Bossa Nova: amor absoluto

Ouvir Bossa Nova é bom e saudável e, não – para os que insistem em falar mal dela – é preciso estar apaixonado para se deliciar com as curvas do violão de João Gilberto, com as dissonâncias de Jobim e as poesias de Vinícius. Calma, tem muito mais gente nessa mistura, mas para o leigo Leia mais