Corrida #4: Circuito Athenas Mizuno 2011 – 1ª Etapa

Manhã fria de domingo, 22 de maio de 2011. Por sorte a prova da vez será realizada em um local perto de minha casa. Fui intimado pelo treinador Leonardo Lima, da Running Health, a correr esta, afinal, minha última corrida de dez quilômetros enfrentada foi o Circuito Primavera 2010 da Adidas, realizada em agosto do ano passado, ou seja, é demais esperar tantos meses para verificar o progresso decorrente dos treinos.

Além desta intimação, a proposta da Mizuno neste circuito é bem interessante. São três etapas em que o corredor é convidado a galgar degraus mais altos em sua busca ao melhor rendimento. Resumindo, assim como em qualquer jogo de vídeo-game, em cada etapa há um novo nível de dificuldade. No caso da corrida, a distância é a variável. Já que escolhi os 10km para a primeira etapa, na segunda etapa devo correr 16km (ou 10 milhas) e, na última, atingir meu grande objetivo: conquistar os 21k de uma meia-maratona. Se vou conseguir ou não é outra história, mas que é uma experiência desafiadora, não posso negar.

Já tinha quase me esquecido do clima que é uma prova. Uns poucos – menos de dez atletas talvez – lutando pela vitória e a maioria, composta por milhares de corredores amadores, lutando não contra outros atletas, mas apenas contra seus limites físicos e psicológicos.

E ali estava novamente, consciente de que ainda não entrara na linha, ou seja, no cumprimento correto dos treinos e alimentação adequada, mas certo que havia melhorado um pouco desde que corri a São Silvestre em 2010. Meu objetivo era audacioso: correr os 10k em menos de uma hora. 59min59seg seria ótimo! Meu último tempo foi de 1h09min. Sabia que era possível.

Após encontrar o pessoal da Running Health e alongar um pouco, tiramos fotos para registrar os momentos e vamos à largada.

Corri com o Alexander Paschoal até o sétimo quilômetro. Estávamos bem, mantendo um ritmo interessante (pace de 5min44seg/km) e sem puxar demais. Mas, repentinamente, neste quilômetro, senti uma estafa física insuportável. Pelo fato de ser tão repentino suspeitei de meu inimigo pessoal, sobre o qual falei tempos atrás. Mas acho que pesou o fato de eu não me comportar muito bem na alimentação, afinal, no dia anterior eu tinha almoçado feijoada e jantado pizza, muita pizza (risos). E, como minha noite não tinha sido das melhores, uma hora meu corpo iria (re)clamar.

Ainda cometi a teimosia de dar um tiro na subida final da ponte Transamérica (pelo qual recebi uma bela bronca do treinador) e finalizei a prova em 1h03min26seg, um pouco triste por não ter atingido meu objetivo mas ciente de que sabia todas as razões por não ter conseguido.

Agora é seguir a cartilha: ser constante nos treinos semanais, cuidar melhor da alimentação durante a semana, dormir bem e, principalmente, manter-me sempre motivado.

Aproveito este relato para recomendar o blog Correr é Preciso, do amigo Allan Franks, que encontrou na corrida de rua um excelente meio de buscar qualidade de vida.

Circuito Athenas 2011 – Mizuno – 1ª Etapa
Data: 22 de maio de 2011
Local: Marginal do Rio Pinheiros, São Paulo
Distância: 10km
Tempo: 01:03:26
Velocidade média: 9,46km/h
Pace médio: 06:21min/km

Nenhum comentário.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *