Minha abordagem espiritual sobre a morte de Michael Jackson

michael-jackson-thriller-bdb01Por onde começar esta reflexão? Vejo-a mais como uma forma de desabafar após ler muitos textos pela Internet escritos por irmãos em Cristo. Impressionantemente, a morte de Michael Jackson causou um impacto enorme na humanidade e, pelo que li dentre estes textos, o sentimento mais comum foi o de profunda decepção, superando o da própria tristeza. Eu explico o porquê de meu desabafo.

Em 1987 ganhei de meu pai o disco Thriller. Ele já era sucesso absoluto desde o ano de meu nascimento (1982) mas, somente aos cinco anos que conheci o som de MJ. Até hoje, nas rodas em família, sou lembrado de como pulava e dançava imitando o “rei do pop” e insistindo para ouvir mais um pouco do “Maca Jeca”. Os anos se passaram e sempre que ele lançava um novo álbum eu escutava para ver se gostava e, com isso, admirava um pouco mais a qualidade de suas músicas e sua capacidade de entreter e surpreender o mundo com sua voz, suas composições, sua dança e sua… mutação.

Feito o background, voltamos a 2009, nestes primeiros dias após sua morte. No excelente blog de Não abro mão da graça, de Márcia Gizella, li o post Ele precisava de Deus, mas nunca entendeu isso. Apesar de considerar o título muito pertinente e perceber sua sinceridade, uma frase me incomodou: “Lamento por ele não ter morrido em Cristo”. No Inforgospel leio Michael Jackson, não há segunda chance. Novamente, senti a tristeza do escritor mas me incomodou a afirmação – quase que dogmática – de que MJ disperdiçara sua única (!) chance. Respeito demais os sentimentos destas pessoas pois sei que elas choraram sua morte e lamentaram o fato de ele não ter se tornado um “mensageiro oficial” do Evangelho na Terra, mas senti o desejo de escrever que penso de forma completamente diferente das que tenho visto na Internet.

Em minha reflexão sobre o tema vi como o pensamento religioso está arraigado nas mentes das pessoas. Como essas pessoas sabem que MJ não morreu em Cristo? Como alguém pode saber que ele ‘não agarrou’ a salvação ou que ele não tenha aproveitado sua chance? Então, para estas perguntas vem uma enchurrada de versículos e cartilhas do tipo “Como saber se fulano foi para o céu”, “índios vão para o céu?”, “meu avô foi salvo?”… Pois é, crente adora essas perguntas. Sutilmente as obras ganham força e sobrepujam a graça. E olha que, mesmo se eu imaginasse um mundo em que a balança da graça fosse esquecida e só as obras fossem medidas, creio que Michael Jackson estaria muito bem também… Considerando suas muitas ações filantrópicas, seu impacto positivo em milhões de mentes e as letras de muitas de suas músicas que clamavam pelo amor ao planeta e aos humanos, TEQUEL não seria uma palavra dita a ele.

Com a invasão de textos com essa abordagem eu me irritei um pouco e enviei um comentário anônimo para o blog da Márcia. Deveria ter me identificado mas não quis criar atritos e/ou discussões em vão. Enviei somente a pergunta do primeiro comentário: “Como você sabe que ele não morreu em Cristo?”. Ela me enviou duas respostas. Na primeira vi que foi apenas um erro de interpretação meu e que, na verdade, sua lamentação tinha sido pelo fato de não ter visto um MJ vivendo como um testemunho de uma real conversão, algo com que concordo plenamente. Seu segundo comentário veio com uma resposta bíblica em que novamente enxerguei o cunho religioso na leitura da Palavra. Enviei uma nova mensagem para ela mas esta não foi publicada (pode ter ocorrido um problema no envio) e, como não copiei o texto que enviei, perdi.

De qualquer forma, comento aqui neste espaço pessoal sobre o que penso. Primeiramente, o texto enviado (Romanos 10) é excelente e fortalece ainda mais minhas convicções. Aliás, o que mais li nos blogs e sites foi uma desobediência aos versículos 6 e 7 – “Mas a justiça que é pela fé diz assim: Não digas em teu coração: Quem subirá ao céu? (isto é, a trazer do alto a Cristo.) ou: quem descerá ao abismo? (isto é, a tornar a trazer dentre os mortos a Cristo.)”. Não consigo contar nos dedos o número de pessoas que o colocaram no abismo a partir do momento em que o TMZ anunciou sua morte. Não sou assessor de Deus para informar ao mundo se o ‘John Smith’ foi ou não para o ceú.

Neste décimo capítulo de Romanos existem dez interrogações. Por que as pessoas insistem em saber as respostas quanto coloca-se o nome de Michael Jackson como alvo destas indagações? Como alguém pode saber que ele não creu? Como alguém pode saber que ele não tenha morrido em Cristo? Por que fazer estas perguntas? Você acha que a salvação de uma pessoa está intrinsecamente ligada às suas ações durante a vida terrena, ao último ato realizado antes de morrer ou simplesmente à Graça de Deus (isso mesmo, Graça, de graça, gratuita)? Podemos definir seu destino pelo simples fato de supormos que ele não confessou com a boca? Um mudo na situação dele estaria ferrado então…

Isso é assunto ‘para mais de metro’. E, a partir daí, pode se chegar às muitas já conhecidas vãs discussões como o tipo de batismo correto, santificação de dias e festas e luas e sábados e ad infinitum. O Deus que acredito vai além do que qualquer mente possa pensar. É um Deus de amor, um Deus que convida e abre os braços. Um Deus que condena a falsidade religiosa (Lucas 13:23-28) e abre os braços para pecadores (Mateus 8:11, Lucas 13:29). Um Deus misericordioso que, mesmo tendo escolhido antes do nascimento, no ventre da mãe, pode fazer ouvir Sua voz no início de uma vida, na adolescência ou aos 50 anos, à beira da morte, deitado no chão de uma mansão cujo aluguel custa US$100 mil por mês, enquanto recebe massagens cardíacas. Um Deus que aceita mesmo sabendo que nós o rejeitaríamos sempre.

Hoje tive o privilégio de sentir a gostosa sensação de ler um texto com o qual entrei em perfeita sintonia. Ele foi escrito pelo querido Mario Persona, em seu blog O que respondi. É tão simples de entender e tão gracioso viver com esta simplicidade! Quando será que as pessoas entenderão o sentido real da palavra Graça?

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8-9)

Eu poderia escrever um extenso texto sobre meu pensamento mas creio que o texto do Mario está completo. Completíssimo.

Decidi que não quero fazer essas perguntas. Existem horas (e não são poucas) em que dizer “não sei” faz tão bem! Então, ao invés de decretar destinos ou até mesmo perguntar, prefiro ter a esperança de que um dia eu tenha o privilégio de encontrar MJ na eternidade. E, quem sabe, pedir pra ele me ensinar o moonwalk (rsrsrs).

10 Comments

  1. Thiago

    9 anos atrás

    Concordo… As veze tratamos cristianismo como um clube em que você tem que agir e ter uma suposta aparência de um cristão, o que na verdade é um conceito relativo e cultural. O unico absoluto entre cristãos é o amor.

    O unico caminho da salvação é Jesus, mas não podemos limitar Deus e dizer que somente falando as palavras magicas e batendo o cartão na igreja toda semana, significa que vc estara salvo.

    Creio que Jesus é a unica “highway” pro céu mas existem várias ruas e avenidas que te levam para essa highway. Exemplo: batismo, confessão, vivendo em amor etc.
    Enfim, isso só Deus sabe, quem somos nós para julgar…

    Reply
  2. annon

    9 anos atrás

    Gostei do seu comentario sobre o MJ 🙂
    Eu não frequento uma igreja a mais ou menos 10 anos… Mas não acho nada engraçado ficar falando se o cara foi ou não para o inferno.
    Não cabe a nenhum de nós “decidir” se ele foi ou não.
    Acho que ele mostrou muito mais compaixão e preocupação do que muitos “cristãos” que só sabem ir para a igreja aos Domingos e falar por ai que é “crente”, mas na verdade só pensa no próprio umbigo.

    []s

    Reply
  3. Junior

    9 anos atrás

    Em Josue esta escrito: Palavras do senhor; tenha coragem, tenha ânimo, não desista, e as muralhas da sua vida serão derrubadas assim como foram a de Jericó. É só isso que temos que fazer! É só isso que o senhor Jesus Cristo nos pede que façamos! Confie nele e tudo o mais será acrescentado em sua vida! Nosso Deus é isso mesmo, Amor, Misericordia e nos da o Dom da Graça! Então o que estamos esperando para recebelo de braços abertos? Se toda humanidade parar para pensar que não somos dignos de nada, talvez o mundo fosse muito melhor, porque todos buscariam ao Senhor Deus com muito mais amor!

    Pensem nisso, o tempo passa e cada dia mais rápido. A escolha de aceitar ou não a Deus é unica e exclusivamente NOSSA. Nenhuma Igreja e nem mesmo nosso senhor nos obrigaria a faze-lo. Entregue suas vidas a Deus, procurem conhecer a verdade e ela salvará TU e tua familia.

    A Paz do senhor Jesus Cristo ennunde suas vidas!

    Reply
  4. Chris

    9 anos atrás

    Olá! Gostei do que escreveste a respeito da morte de Michael Jackson,
    pois uma parte do povo cristão está querendo ser juíz e “advinhar” sobre a sentença d Deus (o que só pertence a Ele decretar), quem saberá aconselhar a Deus a cerca do “merecimento celestial”???
    O que falaste a respeito da Graça é exatamente o que penso.
    Enquanto há fôlego há esperança, embora MJ tenha tido uma vida desperdiçada e atribulada por tantos e até mesmo por ele próprio, tanta falta de Amor em que viveu desde a infância,tanta ganância principalmente de seus familiares, tanta inveja e afins… o adulto frustrado em que se transformou por inúmeros motivos sendo o que mais precisava era da Paz que só temos em Jesus, e Jesus é Amor e será que teve Amor ao seu redor ou somente pessoas interesseiras?
    É muito frustrante pensar que somente se aproximem de nós por interesse, mas como saber o que acontecia a seu redor? quantos “pastores” até mesmo vendilhões da palavra não tentaram comprar e deturpar a imagem da igreja por uma “ovelha tão gorda”,não digo que tenha acontecido tal coisa, mas quem saberá? Quem saberá?
    E quanto a acusação de pedofilia hoje o garoto da época declara estar com conciência pesada por ter inventado tais acusações que seu pai o obrigará a afirmar, não o tiro por inocente, mas não o julgo! Quem saberá?
    Quanto ao vitiligo e as plásticas, quem estava lá pra ver a veracidade? e mesmo que fosse por vaidade ou trauma de infância por tantas agressões pessoais, será que Deus não o perdoaria se tivesse pedido Perdão? Onde o mal feito foi por ele para com ele mesmo.
    Quem saberá o que se passou em seu íntimo naqueles últimos instantes de vida???
    Espero que tenha lembrado do que mais precisou em sua vida inteira e tenha ansiado por Perdão, compreenssão e Amor.
    Só cabe a Deus o veredito e a nós cabe é julgarmos a nós mesmos e Ele é o Justo Juíz. Falar nisso: como está nossa vida com Deus?,e a trave no nosso próprio olho? porquê pra julgarmos a vida alheia somos excelentes!!!
    Acredito que Deus nos sonde de uma forma sem igual, vendo que motivos nos levam a ter ou não ter determinadas atitudes na vida, e sempre na expectativa que venhamos a abrir o nosso coração nos arrepender e chamarmos por Ele nem que seja no último instante de vida! Assim creio.

    na Paz do Sr.

    Reply
  5. Vilma

    9 anos atrás

    Concordei plenamente com voce, sou cristã, e sei
    o quanto erramos em rotular alguem, quando
    nos temos nem o conhecimento para conhecer
    o coração do Homem, isso só compete a Deus.

    Valeu Deus ti abençõe pelo Texto.

    Reply
  6. Jane

    9 anos atrás

    Seu texto demonstra desprendimento sobre a vida e seus mistérios. E Deus é a própria existência. Nós tendemos a julgar os outros, nos esquecendo de que somos passíveis de erro. Erro que pode nascer de carências afetivas, de perturbações familiares. Tão humano, tão frágil, tão inconstante… uma overdose emocional.

    Reply
  7. Márcia Gizella

    9 anos atrás

    Ola querido!!!!!
    Agora sei que se chama Glauber.
    Achei teu blog por acaso, pesquisando meu nome na net, tenho 2 filhos e tenho que me preocupar com o que dizem sobre mim…AH bobagem…
    Puxa, porque não disse seu nome na pstagem?Como anonimo fica difícil saber se estão querendo te atormentar sabe?
    Acho que vc não me compreendeu,olha, eu não acredito em religião, e detesto religiosidade,
    Sei que somente Jesus é a salvação, e quando falei do MJ, foi de coração puro….
    Realmente ninguem sabe para onde ele foi, só Deus, eu nunca fui muito fa, dele nem de ninguem, é o meu jeito,
    Eu realmente senti sua morte, como sinto de todos que morrem, sempre me pergunto:Sera que tiveram a salvação?É uma preocuopação que tenho, pois quero o bem das pessoas….
    Enfim….Muitas coisas
    Mas quero que saiba que me entendeste mal,
    AMIGOS?
    Deus te abençoe!!!!!

    Reply
  8. Glauber Rodger

    9 anos atrás

    Desculpe-me pela demora na resposta… Infelizmente não dado ao blog a atenção que deveria… O que você faz muito bem pois posso perceber isso pq assino seu feed 🙂 Erro meu o anonimato. Perdão. Resumindo a história, ambos concordamos em tudo, ou seja, só Jesus é a salvação. Também tenho aversão à religião rsrsrs. Beijo pra você e fique com Deus!

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *